No fundo da rocha me escondi
o vazio gritava dentro de mim
soube então que estava só...
queria apenas sumir... mas, algo me dizia: Não acabou
ventos fortes me castigaram
relâmpagos me assustaram
e só ouvia as vozes da dor
então... tudo se acalmou
uma pequena luz se acendeu
e uma brisa me envolveu
cantou uma canção
que moveu meu coração
removeu a dor 
aqueceu meu ser
naquela brisa senti a vida  me tomar
a luz me banhar 
percebi que não estava só...
aquela brisa me ensinou no silencio
que o amor penetra a mais profunda rocha
me mostrou a melodia da paz
recuperou o folego que perdi com o medo
No fundo daquela rocha, me senti encontrado
solitário, mas não sozinho
vi-me acompanhado do Meu Amado
aquele que me encontrou onde ninguém mais sabia me achar... 

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão

Transformação

Bobagens da decepção